Pré-venda - Dicas para quem quer morar sozinha

 Pré-venda do livro Morando Sozinha, de Fran Guarnieri, começa nesta semana na loja virtual da Belas-Letras


~/~/~

 O sonho de morar sozinha pode ser frustrante para a maioria dos jovens. Isso porque a comida pronta, a louça lavada, a cama arrumada e as roupas e a casa limpas com cada coisa no seu devido lugar deixam de acontecer como um passe de mágica. E para servir como um guia para os futuros moradores independentes, a Belas-Letras lança o livroMorando Sozinha – Tudo que você precisa saber para ter uma vida independente, da blogueira Fran Guarnieri.

 A pré-venda do livro inicia na próxima quinta-feira (2) na loja virtual da Belas-Letras e acompanha um brinde especial. Para ajudar na organização dos leitores, o livro será enviado junto com um bloco de anotações personalizado. E tem mais: o frete para todo o Brasil será grátis. Lembrando que o envio dos livros será feito no dia 24 de abril.

 A Fran reúne dicas financeiras, de decoração, organização e relatos de como começar a amadurecer a ideia de morar sozinha. “O mais difícil foi me adaptar à nova vida. É muito legal morar sozinha, de verdade. Só que a gente também recebe um monte de novas responsabilidades. Então bate um "medinho" de dar algo errado ou da gente não dar conta. Mas com o tempo dá para se adaptar”, conta a autora.

E ela lidou bem com tudo isso. Tão bem que, meses depois, lançou o blog Morando Sozinha, onde compartilhou experiências, deu dicas bem práticas e encorajou outras pessoas a seguirem o mesmo caminho que ela. Mesmo o público que não pensa em morar sozinha pode se identificar com a blogueira. Na página, ela escreve também sobre comportamento, dá dicas de receitas, planejamento financeiro e artesanato.

“Meu público é um pouco mais maduro. No geral, a grande parcela de quem me acompanha tem cerca de 20 a 35 anos, então essa já é uma idade que as pessoas começam a pensar mais sobre o futuro. Na verdade, eu costumo ouvir mais que o blog é como um "vamos colocar o pé no chão" do que um incentivo para que as meninas queiram morar sozinhas”, comenta.





Quatro dicas da Fran bem simples e fáceis de seguir 


Decoração – “Decorar uma casa inteira pode custar bem caro. No entanto, uma saída econômica e bem divertida é o “faça você mesma”. E eu adoro projetinhos legais que as minhas leitoras possam copiar e fazer em suas casas”

Organização da casa e rotina – “Aqui vale a regrinha dos 15 minutos. Quer manter a sua casa arrumada? Então escolha um horário e ligue o cronômetro do seu celular para marcar 15 minutos. Nesse tempo você deve esquecer tudo o que tem para fazer e apenas se concentrar nas tarefas de casa. Faça o que tiver que fazer e quando o tempo acabar, simplesmente pare. Pronto, você vai ficar surpresa com a quantidade de coisas que conseguiu fazer”

Planejamento financeiro – “Também é de extrema importância ficar de olho e é algo que no começo da sua vida morando sozinha é um pouco difícil de equilibrar. Mas não é tão difícil se você tiver disposição para aprender. 1) Anote todos os seus gastos: morando sozinha a gente sempre acaba arrumando algo para comprar todos os dias. Mas é aí que mora o perigo, pois são justamente esses itens que “sugam” o nosso orçamento sem que a gente perceba. Por isso, anote tudo e tenha uma planilha para controlar a sua vida financeira (clique aqui e faça o download da planilha). 2) Tenha limite: antes de sair de casa para fazer qualquer compra, estabeleça um limite para ser gastado"

Alimentação – "É muito complicado até você aprender o que comprar. No começo, lembro que ia no mercado e dois dias depois tinha que voltar, pois o que eu havia comprado não era suficiente. 1) Faça um cardápio semanal: assim você consegue saber exatamente como será a sua alimentação durante a semana. 2) Faça uma lista com o cardápio em mãos, você saberá exatamente a quantidade e o que comprar. Assim não tem erro"

~/~/~

 E se você não conhece a Fran e seu trabalho, fizemos um post (com direito a entrevista exclusiva) para você a conhecer!

~ ~ ~ ~ ~ ♪♫ ~ ~ ~ ~ ~ 

Siga o Você é tão Livro por ai:


Por Flávia Bergamin


Deixe um comentário