"Ele olhou para baixo, meditando, diante do corpo do sacerdote, agora com uma auréola sobre a areia em volta da cabeça. Talvez Malik tivesse razão. Havia outros meios de silenciar o sacerdote- ele não precisava ter morrido. Mas, Altaïr o matara porque... Porque ele podia."

 Nicollo Pollo, pai do explorador Marco, finalmente revela a história que manteve em segredo durante toda a vida: a história de Altair, um dos primeiros e mais extraordinários assassinos do Credo. É o curso da aventura de Altair em Constantinopla que irá selar o destino dos Templários e de sua saga na Europa.
 A história da vida de Altaïr é contada aqui pela primeira vez: uma viagem que vai mudar a história; a sua batalha interminável contra a conspiração dos Templários; uma herança que é tão trágica como chocante e a mais profunda traição
de um velho amigo.
 Altaïr embarca numa missão formidável que o levará pela Terra Santa mostrando-lhe o verdadeiro significado do Credo dos Assassinos. De modo a provar o seu empenho, Altaïr terá de derrotar nove inimigos mortais, incluindo o líder dos Templários, Robert de Sablé. 




 Assassin's Creed ser uma franquia de sucesso em jogos eletrônicos não é novidade, porém os livros da série optam  por seguir um caminho mais simples, mostrando que não os jogos não são os únicos best-sellers em boa qualidade.

     No terceiro livro da série, a historia não gira em torno de Ezio Auditore, nós voltamos no tempo para conhecer um dos assassinos mais importante da história. A forma em que o enredo é desenvolvido continua no mesmo padrão, levando o leitor a se envolver completamente. Contrariando os livros anteriores em que tínhamos somente a visão de Ezio, nesse temos a visão de Altaïr e de Nicollo que é quem desenrola os fatos ao leitor e a seu comparsa Maffeu, porém de forma alguma o livro se torna difícil, é bem fácil de encontrar quem está falando e o que acontece no cenário.

      No começo, Altaïr Ibn -La' Ahad é um personagem muito arrogante que acredita ser melhor que todos. Na metade do livro comecei a gostar dele por causa de seu amadurecimento. Mas isso não dura muito tempo...
       No decorrer da história Altaïr prejudica muitas pessoas de sua ordem, dentre eles Malik que perde seu irmão por culpa do rapaz arrogante, entretanto, é impossível não estabelecer a amizade incrível desenvolvida pelos dois. Uma das personagens que mais gostei no decorrer do livro foi Maria, gostei da relação dos dois e em muitos momentos torcia para que ficassem juntos.
      A capa continua mantendo um mesmo padrão,a diagramação é simples e sem palavras em outro idioma, sem nenhum erro de tradução, cada capítulo iniciando em uma nova página e quando se coloca um pensamento, o mesmo é colocado em itálico. As páginas são amarelas e não tem glossário, somente o nome dos personagens no final do livro.


Outros volumes: Renascença #1, Irmandade #2, A Cruzada Secreta #3, Revelações #4, Renegado #5 e Bandeira Negra #6.


Título: Assassin's Creed - A Cruzada Secreta

Autor: Oliver Bowden

Editora: Galera Record

Páginas: 336

Encontre por aí: Submarino | Saraiva | Amazon



Por Flávio Carvalho


Deixe um comentário