Olá, antes de qualquer coisa, esse Post está recheado de Spoilers do livro. Portanto, esteja avisado(a).

Sinopse: Quando um misterioso pacote é entregue a Robin Ellacott, ela fica horrorizada ao descobrir que contém a perna decepada de uma mulher. Seu chefe, o detetive particular Cormoran Strike, fica menos surpreso, mas não menos alarmado. Há quatro pessoas de seu passado que ele acredita que poderiam ser responsáveis por tal crime e Strike sabe que qualquer uma delas seria capaz de tamanha brutalidade. Com a polícia focada no suspeito que Strike tem cada vez mais certeza de que não é o criminoso, ele e Robin põem as mãos à obra e mergulham no mundo sombrio e distorcido dos outros três homens. Entretanto, quanto mais acontecimentos horrendos acontecem, mais o tempo se esgota para ambos. 



Ao final de Vocação Para o Mal, fiquei com muita vontade de conversar sobre ele, mas como ninhem por perto tinha lido ainda, vou despejar tudo em vocês. Aliás, convido a todos a deixarem seus comentários e opiniões. Vamos fazer desse post uma discussão.



Temas trabalhados

O livro fala de algumas várias coisas, lealdade, traição, frieza diante de situações lamentáveis, distanciamento profissional do sofrimento alheio, pedofilia etc...



Robin e Strike

Amo a dinâmica de Strike e Robin. Apesar de no início não querer que eles se relacionassem, nesse livro eles desenvolvem uma química que me faz desejar o enlace dos dois. Eles pensam muito um no outro e em o que o outro vai pensar de suas atitudes. Também se percebe que ambos tem consciência de que um relacionamento poderia estragar ou complicar o que eles já tem.



O segredo de Robin

Em determinado ponto, é revelado o porquê de Robin ter deixado a Faculdade. Ela foi vítima de abuso. Foi sua identificação que ajudou a pegar o monstro. Isso também deu publicidade e não ajudou a recuperar do trauma. Advogado de defesa, família e outros representaram bem a sociedade quando coisas assim acontecem. Acho que o tema foi bem trabalhado sem fugir da história do livro. Por isso Robin ficou traumatizada e abandonou a casa e fez defesa pessoal.



O segredo de Mathew

Em mais uma das discussões entre Robin e Mathew, ela descobre que enquanto ela estava em casa traumatizada , ele se consolava e dormia com a Sarah Shedlock. Isso mesmo. Robin fica arrasada e por boa parte do livro , o casamento fica cancelado. Robin deixando aliança de lado e tendo reações das mais diversas, tanto com o próprio Mathew, família e até mesmo Strike. Esse acontecimento traz a tona muita coisa para ela lidar de uma vez. Ainda mais se considerarmos que ela recebe uma perna e depois um dedo. Nessa hora fiquei triunfante dela largar Mathew pela mancada. Mas Mathew dá seus passos para a reconciliação. Tem partes que também fiquei com dele. Só para depois odiá-lo mais ainda. Quando ao final ele dá uma flertadinha com uma garota pensei: “Ele não mudou nada”



O passado de Strike

No livro também ficamos sabendo mais de como foi para Strike morar e mudar constantemente com a supergroupie da sua mãe . Seu péssimo relacionamento com seu padrasto e também como conheceu Shanker. Passou por poucas e boas não? Faz a gente desejar que o padrasto dele seja o assassino.



O assassino

O assassino passa muita selvageria em seus capítulos. Ele tem bastante raiva de Strike e de mulheres em geral. Gailbraith conseguiu nos confundir bem nessa parte. Todos os suspeitos tinham físico parecido. As músicas apontavam para um , o jeito que falava das mulheres apontava para outro, pegr pedaços podia ser indício de ainda outro. Quando o Cunhado apareceu desconfiei dele, mas não podia imaginar que era um disfarce para o assassino



O final

Bom, o final me deixou numa mistura de emoções. Robin e Mathew se casando, Robin e Strike rompendo relações. Putz, pra mim ela cometeu um erro ao casar. Acho que Mathew ficará mais autoritário e vai bater de frente com a personalidade forte de Robin. Parece que Strike melhorou os traquejos sociais ao trabalhar com Robin. Será que ele se fecha ?



O que acharam? Concordam ou Discordam? Comentem aqui ou no Twitter!



Título : Vocação Para o Mal

Autor: Robert Galbraith (Pseudônimo de J.K.Rowling)

Número de páginas:496

Editora: Rocco

Ano da publicação: 2016(BR)




3 Comentários

  1. O que acho interessante nos livros da série é a dinâmica com o leitor, diferente dos livros policiais clássicos tanto pelo fator psicológico dos detetives ter mais relevância quanto por nem todas as pistas estarem disponíveis, o que faz com que suspeitemos da pessoa certa pelas razões erradas, mesmo. Também suspeitei muito do cunhado, mas imaginei mais crimes de oportunidade que planejamento de longo prazo.

    Sobre o fim... Aquele "sim" foi para quem? Acho que ainda será para Matthew para atrasar o plot, pois ainda faltam quatro livros e esse tipo de atração acaba se equilibrando no fio da navalha para manter o interesse, então acredito que Matthew siga em seu papel de obstáculo como aquele a quem amaremos odiar.

    Às vezes imagino Rowling em sua pele de Galbraith, ouvindo as músicas que ele ouve, dando uns passeios pela web e coletando bizarrices de comportamento para o próximo livro. O bom é que em seus livros as coisas violentas e nojentas têm razão de ser, contexto e necessidade, não estão lá como mero atrativo para um determinado tipo de leitor como acontece às vezes com Stephen King.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, muito obrigado pela sua opinião! também tive essa dúvida... se era um sim para mathew ou para cormoran ou até mesmo para a profissão! só saberemos nos próximos volumes!

      Excluir
  2. Olá, acabei de ler o livro (e que livro), o devorei em apenas 2 dias. O que comentar sobre esse final heim? Gostei muito do modo que a autora explorou os sentimentos de Robin e Strike, aqueles momentos durante a narrativa em que eles percebem que desejam apenas a companhia um do outro para discutir novas pistas, o momento que Robin aparece no escritório com a aliança recolocada, o jantar onde Strike sente a falta da presença da secretaria...
    O ponto de vista do Vilão também é excelente, funcionou tão bem como na obra OS CRIMES DO ABC da maravilhosa dama do crime... e olha que mesmo com o foco no assassino acabei errando sua identidade kkk Sabia que era o Ray mas imaginava o Noel por traz desse disfarce...
    Enfim... o que esperar da continuação? aquele sim olhando para o Strike?!?!?!

    ResponderExcluir