Foto/Amazonaws
  Infelizmente não fomos nós que assistimos o filme, e sim a própria Veronica Roth. Ela postou em seu blog hoje (03/03), algo que muitos desejam fazer. Ela já conferiu o filme Divergente, veja o que a autora postou:

"Então, eu vi o filme de Divergente…!

  Algumas semanas atrás eu fechei uma mala e voei para Los Angeles, comprei uns Milk Duds e assisti ao filme de Divergente.
 Você sabe. Como se faz. (?!!)


  É difícil se preparar para experienciar uma coisa como essa, assistir algo que uma vez só existia no seu cérebro re-criado em uma escala tão grande. De vez em quando, enquanto estava assistindo, eu podia sentir flashbacks da minha imagem de pijamas com um cabelo muito grande digitando no meu computador, e então colocar isso lado a lado às fotos do Sears Tower ou do Navy Pier do setor Abnegação nessa tela grande na minha frente, e foi tão ridiculamente incrível e surreal que tudo o que eu queria fazer era rir e chorar ao mesmo tempo.
Como sempre, eu não vou dar spoiler para vocês. Eu manterei meus comentários bem bagos e leves para que vocês vejam o filme com suas mentes relativamente limpas. Mas vou contar à vocês…
…que rufem os tambores, por favor…

Eu amei o filme!

Eu estava completamente absorvida por ele. Até mesmo sendo familiar com essa história, eu claramente lembrei de ter agarrado os braços da poltrona quando Tris corre para pular no trem depois da Cerimônia de Escolha porque eu estava nervosa achando que ela não conseguiria pular. (E então eu falei para mim mesma… VOCÊ ESCREVEU ESTA HISTÓRIA, VERONICA.) Foi belamente filmado – Chicago é uma cidade incrível, e vê-la transformada nesse terreno baldio futurístico foi incrivelmente legal – e cheio de suspense, e o elenco apenas fez um ótimo trabalho. Se eu começar a mencionar as pessoas especificamente eu apenas irei dar um jato sobre todos eles, mas desde que Tris é a âncora principal para a série, e Quatro um interesse pessoal de muitos de vocês, eu devo dizer que Shailene Woodley como Tris e Theo James como Quatro foram tudo o que eu esperava (ou talvez melhores do que eu ousei esperar). E nós tivemos sorte de ter Neil Burger dirigindo isso-sua visão do mundo, os detalhes incríveis e suas sutilezas sobre, ele entendeu a história e levou cada parte dela muito à sério… Eu digo, você pode dizer. Você vê isso em todo lugar.

Eu estava nervosa para ver, acho que qualquer autor que tem seu livro sendo adaptado para os cinemas ficam nervosos, mas eu me lembro de quando marquei para encontrar todos que estavam envolvidos com o filme e eles pareceram tão pensativos, cheios de ideias, sobre a história que estavam ajudando a criar, e eu me senti como se o produto final refletisse nisso. 

Eu mal posso esperar para que vocês vejam o filme dia 21 de Março. E mal posso esperar para ver ele de novo!

O filme chega aos cinemas brasileiros dia 17 de abril deste ano.


Um Comentário

  1. Buááá, o filme lança oficialmente no dia do meu aniversário, mas no Brasil só dia 17 de Abril.... Pelo menos ela disse que é bom e fiel, né? Espero que seja mesmo!

    ResponderExcluir