Se o "Top 3" irá virar coluna semanal ou não, não sabemos, mas que esses livros prometem, sim! Conheça Toda luz que não podemos ver, Selva de Gafanhotos e Os Filhos de Anansi.


Toda luz que não podemos ver - de Anthony Doerr

“Alguns livros têm o poder de inundar os sentidos. É o caso de Toda luz que não
 podemos ver.” - El País


 Marie-Laure vive em Paris, perto do Museu de História Natural, onde seu pai é ochaveiro responsável por cuidar de milhares de fechaduras.

 Quando a menina fica cega, aos seis anos, o pai constrói uma maquete em miniatura do bairro onde moram para que ela seja capaz de memorizar os caminhos. Na ocupação nazista em Paris, pai e filha fogem para a cidade de Saint-Malo e levam consigo o que talvez seja o mais valioso tesouro do museu.

 Em uma região de minas na Alemanha, o órfão Werner cresce com a irmã mais nova, encantado pelo rádio que certo dia encontram em uma pilha de lixo. Com a prática, acaba se tornando especialista no aparelho, talento que lhe vale uma vaga em uma escola nazista e, logo depois, uma missão especial: descobrir a fonte das transmissões de rádio responsáveis pela chegada dos Aliados na Normandia. Cada vez mais consciente dos custos humanos de seu trabalho, o rapaz é enviado então para Saint-Malo, onde seu caminho cruza o de Marie-Laure, enquanto ambos tentam sobreviver à Segunda Guerra Mundial.

 Uma história arrebatadora contada de forma fascinante. Com incrível habilidade para combinar lirismo e uma observação atenta dos horrores da guerra, o premiado autor Anthony Doerr constrói, emToda luz que não podemos ver, um tocante romance sobre o que há além do mundo visível.





Os Filhos de Anansi - de Neil Gaiman


“Eletrizante, assustador e surpreendente.”
- Denver Post

 Charlie Nancy tem uma vida pacata e um emprego entediante em Londres. A pedido da noiva, ele concorda em convidar o pai para seu casamento e fazer disso uma tentativa de reaproximação, já que há vinte anos os dois não se falam. Enquanto isso, no palco de um karaokê na Flórida, o pai de Charlie tem um ataque cardíaco fulminante.

 A viagem de Charlie até os Estados Unidos para o funeral acaba se tornando a jornada de uma nova vida. Charlie não tinha ideia de que o pai era um deus. Menos ainda de que ele próprio tinha um irmão. Agora sua vida vai ficar mais interessante... e bem mais perigosa.

 Ao se embrenhar no território de lendas e deuses pagãos, a poderosa narrativa de Neil Gaiman leva o leitor a mergulhar nessa história bem-humorada sobre relações familiares, profecias terríveis, divindades vingativas e aves muito malignas.





Selva de Gafanhotos - de Andrew Smith

“Uma história divertida e fascinante sobre o fim do mundo.”
-Kirkus Reviews


 Na pequena cidade de Ealing, Iowa, Austin e seu melhor amigo, Robby, libertam acidentalmente um exército irrefreável. São louva-a-deus de um metro e oitenta de altura, completamente tarados e famintos. Essa é a verdade. Isso é história. É o fim do mundo e ninguém sabe o que fazer.

 Com todos os elementos obrigatórios de um romance apocalíptico, Selva de Gafanhotos mistura insetos gigantes, um cientista louco, um fabuloso bunker subterrâneo, um mal resolvido triângulo amoroso-sexual e muita, muita confusão — e está longe de tratar apenas do fim do mundo.

 Engraçado, intenso e complexo, Andrew Smith fala de um jeito inovador sobre adolescência, relacionamentos, amizade e, claro, sobre temas um tanto mais inusitados, como testículos dissolvidos e milho modificado geneticamente. Um romance surpreendente sobre a odisseia hormonal, amorosa e intelectual que é essa fase da vida.




~ ~ ~ ~ ~ ♪♫ ~ ~ ~ ~ ~ 

Siga o Você é tão Livro por ai:


Por Flávia Bergamin


Deixe um comentário