Se apresentem com uma mente aberta, para um conto de amor não convencional... Freda Wilson é de Dublin e considera-se uma pessoa difícil de se gostar à primeira vista. Ela tem o hábito de fazer piadas ofensivas e fala impulsivamente com muita freqüência. Ela não tem o melhor histórico com primeiras impressões, razão pela qual ficou surpresa quando seu novo vizinho Nicholas gostou imediatamente dela. Nicholas é sombriamente bonito, engraçado e magnético, e Freda sente como que sua existência em preto e branco mergulhasse num arco-íris quando ela está ao seu lado. Quando ele entra numa sala, ele a acende com sua sagacidade e carisma. Ele é um artista de cabaré, mas Freda não sabe exatamente o que isso implica até as cortinas se erguerem em sua noite de estreia. Ela fica surpresa e totalmente intrigada ao vê-lo subir ao palco travestido. Mais tarde, Nicholas pergunta se ela gostaria de se tornar sua assistente. Entusiasmada com a idéia, ela pega essa chance. Logo, ela encontra-se imersa em um mundo de perucas, maquiagem e sapatos de salto alto, rodeada por homens bonitos e envolta com a tentação de se apaixonar pelo seu incrivelmente belo empregador. Nesta história de paixão e descoberta sexual, Nicholas e Freda vão lidar com o ciúme, altos e baixos emocionais, e com aquele tipo de amor que só acontece uma vez na vida. Obs: Não é adequado para os leitores mais jovens. Contém uma linguagem forte e cenas de natureza sexual.


Se eu tivesse que descrever esse livro em 3 letras, seria; OMG!!!!

 Esqueçam as histórias de amor convencionais, pois esse livro traz algo totalmente novo. Conheci esse livro através de uma amiga leitora do Skoob ( digamos que ela tem muito bom gosto) e achei a capa interessante. Quando li a sinopse e vi do que se tratava, pensei "eu preciso ler isso". 

 A história começa a se passar em Dublin, Irlanda e lá conhecemos Freda. Ela trabalha em 2 empregos e mora com sua melhor amiga e é a pessoa com mais baixa auto-estima que eu conheço, exceto talvez, eu. Em um dos dias, voltando pra casa, Freda dá de cara com o novo vizinho que se mudou para o apartamento ao lado. Os dois tem bastante senso de humor e se dão bem. Nora, a melhor amiga de Freda, já havia convidado Nicholas para jantar e, nesse jantar, começa a rolar um clima entre os dois. Nora também tem interesse em Nicholas, mas depois dele convidá-las pra ver seu show e elas descobrirem que ele trabalha como Drag queen numa boate gay faz com que Nora perca o interesse. Ao contrário de Nora, Freda se sente cada vez mais atraída por Nicholas, e este a convida para ser sua assistente. Nora tem medo de se machucar, assim como as outras mulheres que se envolveram com Nicholas. 

O amor pode falar mais alto e segredos do passado podem ser revelados. 

 O livro me surpreendeu muito por ser uma história bem diferente do que eu já havia lido.

A forma que a autora criou seus personagens faz com que nos apaixonássemos por eles a cada página. A leitura é bem fluida e o livro tem poucos capítulos. A Freda me encantou por seu jeito, pois se parece muito comigo. As neuras dela com o corpo e baixa auto-estima.

O Nicholas é uma cara lindo e encantador, tem senso de humor, é sexy sem ser exagerado e ainda entende de moda rsrsrs. Eu super recomendo o livro.




Título: Painted Faces

Autor: L.H. Cosway

Páginas: 356

Editora: L.H. Cosway



Por Lunna Oliver


Deixe um comentário