Abrindo a mais nova coluna sobre HQs, irei falar sobre uma que conquistou o prêmio de melhor quadrinho pela British Comic Awards 2014 e o prêmio de melhor série estreante da Harvey Award 2015.

Vamos lá?


Os criadores dessa HQ mística são os britânicos Kieron Gillen e Jamie McKelvie, ambos com uma carreira de peso na área da HQ. 


The Wicked + The Divine está sendo publicado mensalmente pela Image Comics desde junho de 2014 e tem recebido um ótimo retorno da crítica.



Conheci essa HQ a pouco tempo, mas posso afirmar que o trabalho é impecável, uma trama bem construída e com personagens marcantes.


"A cada noventa anos, doze deuses reencarnam como humanos. Eles são amados. Eles são odiados. E dentro de dois anos, eles morrem. Bem vindo a THE WICKED + THE DIVINE, onde deuses são estrelas supremas do pop. Mas lembre-se: só porque você é imortal, não significa que vá viver pra sempre"

A história começa nos apresentando Laura (17 anos) que quer ir ao show de sua deusa favorita Amaterasu e acaba sendo convidada a conhecer os backstages por Lúcifer, uma mulher de aparência andrógina.







Lúcifer juntamente a Amaterasu e outros deuses formam o Pantheon ou Panteão.

Todos eles já foram pessoas comuns, mas de alguma forma foram "escolhidos", assim reencarnando, na forma de várias divindades cheias de referencias a ícones pop.
A cada 90 anos o Pantheon se renova em um ciclo conhecido na história como "Recorrência", para assim outros 12 novos deuses reencarnados surgirem.



A história se passa na Londres de 2014, o que é um prato cheio para referências da cultura pop. E com os diálogos de alta qualidade com montanhas de sarcasmo, escárnio e ambiguidade de Gillen somado a arte impecável de McKelvie resulta em  uma HQ realmente merecedora do Harvey Award 2015.

E ainda segundo informações do site Deadline, a Universal Television teria adquirido os direitos da HQ para uma adaptação pra TV.

Espero que tenham gostado e até a próxima pessoal.

Por Cláudia Tressoldi




Deixe um comentário