Alguns começaram a ler com Harry Potter, outros com Jogos Vorazes. E há aqueles que, na década de 70 e 80, começaram a pegar gosto pela leitura com a Série Vaga-lumeuma coleção de livros lançada pela Editora Ática a partir de 1972 e que tem suas obras voltadas ao público infanto-juvenil. Ao longo do tempo, houveram algumas alterações em seu formato, mas são inesquecíveis suas capas clássicas e suas imagens, onde os objetos ou pessoas ficam para fora do quadro tanto na capa e também no miolo. Muitos não percebem isso ao passar pelas prateleiras, mas as obras estão presentes em muitas bibliotecas escolares.

 A fim de reformular o projeto gráfico das histórias, a editora irá relançar 10 títulos da coleção. Entre eles destacam-se “A Ilha Perdida”, de Maria José Dupré; “O Escaravelho do Diabo”, de Lúcia Machado de Almeida; e “A Turma da Rua Quinze”, de Marçal Aquino.

“Os índices de venda sempre foram muito expressivos, mas percebemos um distanciamento entre as boas histórias e a apresentação visual. Era, então, preciso renovar, mas mantendo algum elemento que a ligasse ao passado”. -- Paulo Verano, gerente editorial de paradidáticos da Ática.

 Privilegiando a legibilidade do texto, as histórias trarão detalhes das ilustrações originais. Outra novidade é a reformulação do mascote da coleção, Luminoso. Usando boné, calça verde e camiseta preta, ele traz um sorriso mais aberto que o de antigamente.



Print


 E então, o que acham?






Deixe um comentário