O detetive Cormoran Strike, protagonista de O chamado do Cuco, está de volta, ao lado de sua fiel assistente Robin Ellacott, no segundo livro de Robert Galbraith, pseudônimo de J.K. Rowling. Dessa vez, o veterano de guerra terá que solucionar o brutal assassinato de um escritor. Quando o romancista Owen Quine desaparece, sua esposa procura o detetive particular Cormoran Strike. Incialmente, ela pensa apenas que o marido se afastou por alguns dias como fez antes e quer que Strike o encontre e o leve para casa. Mas, à medida que investiga, fica claro para Strike que há mais no sumiço de Quine do que percebe a esposa. O escrito acabara de concluir um livro retratando maldosamente quase todos que conhece. Se o romance fosse publicado, a vida deles estaria arruinada - assim, muita gente pode querer silenciá-lo. E quanto Quine é encontrado brutalmente assassinado em circunstâncias estranhas, torna-se uma corrida contra o tempo entender a motivação de um assassino impiedoso, diferente de qualquer outro que Strike tenha encontrado na vida.


 Passado os eventos de O Chamado do Cuco, não há como não ficar com altas expectativas a respeito desse segundo livro. Strike agora ganhou uma certa fama junto ao público e uma antipatia pelo lado da polícia. Robin aceitou ficar trabalhando com Strike e Mathew não gostou nada disso. Ele acha que ela merece muito mais, além de percebermos um ciúme subliminar por parte dele. Gosto bastante da maneira como Robert trabalha aqui. Dá para entender o lado do noivo, mesmo que a gente não concorde com ele.

 Strike continua bem interessante. Entendemos melhor sua relação com Charlotte. Nosso ódio por ela só aumenta nesse livro.

 Se você gosta de crimes brutais, esse é o livro. A maneira como Quine é assassinado... parece que você vivencia a cena junto com Strike. A obra é bem mais madura que O Chamado do Cuco. Gosto de sentir pena das vítimas, mas esse Quine é desprezível em vários aspectos. Senti pena da esposa e da filha. Os personagens criados para essa trama são bem construídos. Leonora, consegue ser aquela personagem que não se ajuda e isso dificulta a investigação de Cormoran. O pessoal que trabalha na Roper Chard parecem existir em todo lugar que trabalham várias pessoas juntas. Isso causa muita familiaridade para quem está lendo.

 Nesse livro, Robin questiona seu papel. Secretária ou parceira de investigações de Cormoran? Bem a maneira como isso é trabalhado ao longo do livro é simples e crível.


 Enfim, recomendo a leitura deste livro a todos. A não ser que tenha o estômago fraco.
Não deixem de comentar! A opinião de vocês é muito importante!!! Até a próxima resenha!! 




Título : O Bicho-da-Seda

Autor: Robert Galbraith ( Pseudônimo de J.K.Rowling)

Número de páginas:448

Editora: Rocco

Ano da publicação:2014 





Por Paulo Carvalho 
@procarvalho7


4 Comentários

  1. Também achei que essa obra foi mais madura que O Chamado do Cuco e mal posso esperar para ler o terceiro livro da série! Estou com muitas expectativas. Shippo muito o Cormoran e a Robin, o Mathew é tão chato... vamos ver o que a J.K. vai fazer com esses dois.
    Beijos,
    sigolendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, obrigado por comentar! Ainda não leu Vocação para o Mal? Está esperando o que? Você terá vários sentimentos pelo Mathew... mas falo disso quando resenhar o livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava com esperanças de ganhar ele de aniversário... hahah Mas não rolou, então vou ter que arrumar ele pra ler eu mesma. #Curiosaaaaa

      Excluir
    2. Consegui capa dura no extra.com por 28,00 e frete grátis!!!

      Excluir