Atenção: Pode conter spoiler para aqueles que não leram o livro!

 No começo do ano, A Menina que Roubava Livros, adaptação do Best-Seller de Markus Zusak, foi o filme mais comentado -- e estava na lista de "filmes para assistir" de muitas pessoas. 

 O longa trás a Segunda Guerra Mundial, do ponto de vista de uma criança, como tema principal. Liesel Meminger, interpretada por (Sophie Nélisse), é adotada por uma família e passa a morar a na Alemanha. Narrado pela morte (assustadora e bem, antipática), assim como o livro, Liesel conhece Rudy, seu amigo e fiel escudeiro de todos os dias. A vida dela não é fácil e trás consigo uma história muito triste, coisa que o filme conseguiu mostrar bem.

 Aparecem no filme os pais adotivos de Liesel, Hans e Rosa Hubermann (Geoffrey Rush e Emily Watson) e, sem muito destaque, a mulher do prefeito. 


 Diante do Nazismo e para enfrentar quaisquer que fossem os problemas, Liesel entrou em aventuras, e uma delas foi "roubar livros". Max, um judeu que vive escondido em sua casa, se torna amigo da jovem, que passa a ler as obras que pega para ele. A mulher do prefeito, que aparece frenquentemente no livro, colabora com o astuto plano de Liesel. 

 O ponto negativo? As cenas. Tudo foi bem filmado, conseguindo assim, transmitir ao telespectador todo o drama e a emoção que a história há de passar. Porém, é realmente difícil você assistir à uma adaptação de livro, principalmente se ele for grande como é o caso, e dizer "Nossa! Que obra perfeita!". Detalhes importantes descritos no livro não foram colocados e isso prejudica a parte do telespectador que leu o filme. Foi tudo "muito corrido".

Ultimamente, vários livros estão sendo adaptados por dois filmes de um livro só (parte 1 e parte 2) sem a necessidade de tal. Já com A Menina que Roubava Livros, que conta com cerca de 500 páginas, seria uma boa coisa: daria mais lucro e poderia satisfazer melhor os fãs. Também, poderia ser cansativo, o que nos conforma com as duas horas de duração.

Podemos dizer que Brian Percival teve um bom trabalho como diretor, mas que deixou um pouco a desejar. A trilha sonora, que ficou por conta do Sr. John Williams é ótima! Mostra realmente aquilo que as cenas estão querendo passar. O figurino não foi lá muito bom, por ser muito "limpinho e certinho", mas se enquadrou corretamente no longa.

 Enfim, não é o melhor filme do mundo, como alguns pensaram que seria, mas também não é ruim. Se você considerar o filme por si só é ótimo, mas se comparar com o livro...ficamos meio-a-meio.

 E você, é fã? Conte-nos sua opinião!









Ficha técnica:

Título original: The Book Thief
Elenco: Sophie Nélisse, Nico Liersch, Geoffrey Rush, Emily Watson, Ben Schnetzer, Barbara Auer.
Direção:  Brian Percival
Gênero: Drama
Duração: 2h11 min
Distribuidora: Fox Filmes
Não recomendado para menores de 10 anos.

[Fonte da ficha: Adoro Cinema/omelete]













2 Comentários

  1. Amoo esse livro *-*

    maisumleitor.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também! ♥ É uma pena o filme não ser tão fiel, rs.
      Volte sempre :)

      Excluir