Cuidado! Haverá spoilers de O Herói Perdido e O Filho de Netuno!


+


+


+


 No final (de derrubar os forninhos) de O Filho de Netuno, vimos Percy quase reencontrar seus amigos e, claro Annabeth. Há, como já vimos, uma rixa enorme entre os Gregos e os Romanos, portanto não seria fácil pousar o navio deles no Acampamento Júpiter -uma vez que a criação de Leo não é muito amigável. E, como se não bastasse precisar enfrentar a Profecia dos Sete, sua mãe, Atena, trouxe mais um peso para sua filha. O presente veio com os dizeres Siga a Marca de Atena. Vingue-me. Ou seja, além de ter uma missão difícil, Annabeth ganhou outra. Nada como um brinde!

 Com Jason abordo do Argo II, os Romanos repensariam na ideia de que os dois acampamentos precisam ficar juntos, - mas esse não é o maior medo da Filha de Atena. E se, com todo o tempo em que estiveram afastados, Percy estivesse diferente? E se ele tivesse se juntado aos Romanos, e não precisasse mais dela? Isso a apavorava!

 A pior parte ainda está por vir: em nenhum livro escrito por Rick Riordan as coisas dão certo sem antes darem muito, mas muito errado, e nesse não seria diferente. Logo nas primeiras páginas, quando tudo estava calmo, uma certa pessoinha faz a maior lambança e inicia uma guerra cedo demais. O que resta para cumprir a missão são os sete semideuses, entre Gregos e Romanos. E Annabeth ficará com a parte mais difícil...





 Ação é o que não falta! Mais uma vez, Rick nos fez queimar a comida. Apesar da 'guerra' antiga dos dois acampamentos, Hazel, Frank, Leo, Piper, Jason, Annabeth e Percy se juntam e partem para uma missão de tirar o fôlego, deixando para trás a ideia de que não devem se juntar. Nada do que eles conquistam é fácil e, a cada página, uma coisa nova é inserida. Conhecemos cada vez mais os personagens, incluindo o treinador Hedge (Morram!), que ama cantar. 

 Além de rixas externas, temos algumas internas, como Leo (ou será Sammy?) e Frank. Eles amadurecem cada vez mais e é possível notar uma mudança no comportamento e pensamentos de todos eles. Annabeth se superou enfrentando seus desafios 'sozinha', o que é uma coisa muito boa.

 Não há como prever o que vai acontecer. E se você pensou que haveria algo de feliz no final do livro está muito enganado. Essa foi a única parte em que Rick "tropeçou" um pouco. O final, ah, aquele final. Uma simples distração acabou com a coisa toda. 

Uma coisa: paras os Team Nico (existe isso?) saibam que ele aparece neste volume.

 É um livro ótimo! Se você gostou dos outros dois irá amar esse. E se não leu os dois primeiros, recomendo que leia, hahaha. 

Boa sorte!



Ficha Técnica:

Título: A Marca de Atena
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 480
Tradução: Raquel Zampil

Série Os Heróis do Olimpo

O Herói Perdido (#1) (Resenha)
O Filho de Netuno (#2) (Resenha)
A Marca de Atena (#3)
A Casa de Hades (#4)
O Sangue do Olimpo (#5)


Por Flávia Bergamin
@sherlockrolmes




Deixe um comentário