Cuidado! Haverá spoilers de O Herói Perdido, primeiro livro da série!

+

+

+

  Ainda seguindo com os dois acampamentos, temos, em primeira mão, a visão de Percy sobre a estória. No primeiro livro, ele havia sumido e Jason, um Romano (Acampamento Júpiter), apareceu no Acampamento Meio-Sangue

 O livro gira em torno de três personagens: Percy, Hazel e Frank.

 Percy acorda de um longo sono sem memória e totalmente confuso. Curiosamente, a única coisa que o garoto não esqueceu foi o nome de sua namorada: Annabeth. A loba Lupa, que o encontra, lhe revela que ele é um semideus, mas sua mente continua embaçada. Monstros o atacam, e Percy ainda não entendendo porquê, vai parar em um acampamento de pessoas como ele - ou não.

 Com Hazel, a coisa é diferente: ela não deveria estar viva. Antes, sua mãe fora tomada por uma ambição e uma voz tomou conta de seu corpo, dando más ordens à Hazel. Seu "dom" fora usado para o mal e todo o seu futuro está correndo risco. Ela ama cavalos.

 E Frank, o grandalhão com cara de bebê, é desastrado! Ele jura (e espera) que seja filho de Apolo, já que ama arco e flecha, mas sua avó diz que ele pode ser o que quiser. O garoto não acredita. Ele tem um segredo, poderoso o bastante para ajudar ou acabar com sua vida. Hazel é sua amiga no acampamento.

 Enquanto no primeiro livro Leo, Piper e Jason exploravam o Acampamento Meio-Sangue, neste segundo, Percy, Hazel e Frank exploram um mundo novo (para Percy, que fez muita falta no primeiro livro). Ainda tentando entender o que raios aconteceu com ele, Percy descobre que seus problemas estão apenas começando. A profecia dos sete volta a aparecer e, como se já não bastasse, os três protagonista partem em uma missão de tirar o fôlego. 


 Confesso que, de primeira vista, não gostei da narrativa em terceira pessoa, mas não é que o tio Rick me fez mudar de opinião? Desse modo, os personagens são mais explorados e temos três visões para a estória. 

 Rick Riordan trouxe à tona a forma Romana dos Deuses, e para você que anda meio perdido com Júpiter, Netuno, Plutão, Minerva e etc, o livro trás, nas ultimas páginas, um glossário. É ótimo para o leitor explorar outro acampamento e entender onde eles se chocam. 

 Os personagens são muito bem descritos e, se você for como eu, irá esganar Octavian, rs. Você se apaixona pelos personagens sem se dar conta. Eles estão mais adultos e maduros também, e acompanhar isso torna a leitura mais agradável.

 Ação e aventura é o que não falta! Rick sabe mesmo como prender alguém no livro. Sem contar aquele final de arrancar os cabelos. 

 Uma dica: para não sofrer de 'depressão pós-livro', compre A Marca de Atena logo quando acabar esse. Vale muito a pena!


 Ficha Técnica:

Título: O Filho de Netuno
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 432
Tradução: Raquel Zampil

Série Os Heróis do Olimpo

O Herói Perdido (#1) (Resenha)
O Filho de Netuno (#2)
A Marca de Atena (#3)
A Casa de Hades (#4)
O Sangue do Olimpo (#5)



Deixe um comentário